quarta-feira, 22 de maio de 2013

Retrato de uma pequena vida



Nasci em Lisboa em 82. Depois fui viver com os meus pais para 50 km de distância. Em 94 apanhei o comboio e depois o barco sem ninguém saber e vim ver Lisboa. Em 96 conheci-a. Em 2000 comecei a estudar em Lisboa. Perdia-me de propósito em ruas de aspecto duvidoso. Comprei livros usados porque queria ter a inteligência de a quem os comprava. Escrevi muita merda. Não ficou nada desse tempo. Em 2006 voltei-a a encontrar. Em 2010 abri a porta da minha casa em Lisboa. Fui a Nova Iorque e tentei perder o avião de regresso de propósito. Vim com as memórias e muitas fotografias. A cidade ficou com o meu aniversário no dia da partida. Tenho um Gato Preto que escolhe quando quer mimo e festas. Tenho duas bicicletas. No armário estão os ténis e na estante os meus livros. Na cabeça tenho 1001 sonhos. Assim cheguei a 2013. E são um verdadeiro 31. Assim vão os anos.  

21 comentários:

tecas disse...

Parabéns MONSIEUR....um dia feliz....

CAP CRÉUS disse...

Grande Abraço!
Tem um excelente dia!

o mesmo de sempre. disse...

Parabens camarada :)
até sabado!

Uena disse...

Parabéééénnnsss a vocêêêê
xalálááá
ready for saturday? :)

ana disse...

parabéns ego! aproveite a vida!

margas disse...

Parece então que os Parabéns estão na ordem do dia! ;)

Patrícia Figueira disse...

Mtos Parabéns Monsieur & keep writting:))

E disse...

Obrigado :)

E disse...

Farei por isso ;)

E disse...

Obrigado, pá. Lá nos encontraremos

E disse...

;) i will be

E disse...

Farei por isso. Hoje e amanha. Sempre

E disse...

Sim, diz que sim ;)

E disse...

Obrigado. Vou tentar, vou tentar

Start disse...

Parabénes E.

Que 31 sejam só os primeiros 31 que se repitam!

Ana A. disse...

Partilho a década e a gata preta!
Parabéns!

E disse...

31 são os novos 21 (tento convencer-me ;))

E disse...

e a bicicleta como meio de transporte? ;)

Obrigado

Vic disse...

Parabéns atrasados, mas mesmo assim parabéns.
Quem nos lê aos dois, e até nós próprios nos achamos muito diferentes. Curto pouco ténis (um dia explicarei dos que gosto e porquê), não ando em veículos de 2 rodas, nem com um capacete de viking (muito menos com capacete de viking), raramente vou ao Chiado (mas aí, é verdade que gostava de ir mais, trata-se tão só de uma questão de não me querer dar ao incómodo), a minha cidade preferida é Paris, e era aí que gostava de perder o bilhete de volta.
Mas algum dia ainda vamos verificar que afinal temos algumas coisas em que coincidimos (na idade é que nunca isso será possível :) )

E disse...

Nas diferenças é que está a piada.

Quanto à idade, posso sempre dizer que sou um espírito velho ;)

Obrigado, Vic. Grande abraço

[m.m. botelho] disse...

E agora fui eu quem chegou atrasada para te dar os parabéns pelos 31.
Beijinho.*