quinta-feira, 25 de julho de 2013

Os putos namoram no banco de jardim



Estava sentado no quiosque na Avenida. Tinha os wayfarer na cara e e a Monocle em cima da mesa de metal verde.No banco ao pé do quiosque dois miúdos namoravam. Ele com um chapéu da New Era. Ela com uma blusa esvoaçante neon transparente. Davam pequenos beijos. Pequenos sorrisos. Tocavam-se. Sem complexos. Sem inibições. Uma senhora de carrapito vestida de preto elegante passou por eles. Olhou para trás. O primeiro olhar de reprovação. Depois continuou com um sorriso. E é isto, quanto os putos ainda namoram em bancos de jardim as coisas vão bem. Mesmo que se aperaltem uns para os outros com roupas que mandam vir da internet. Tal como quando eu limpava os meus Air Jordan. Pedia para usar o relógio do meu pai. O mesmo que hoje já anda no meu pulso.