terça-feira, 15 de julho de 2014

Fit Is The New Fashion

Todos correm ao fim da tarde. Todos pedalam aos fins-de-semana. Inscrevem-se em aulas nos ginásios. Procuram-se as medidas perfeitas. Largam-se desesperadamente os quilos que se acham ter a mais. Fazem-se investimentos em gadgets. Em roupa de desporto. Ténis. Orgulhosamente os armários são divididos com gosto em roupa casual e a em que se sua. Fotografias no instagram onde se mostra o que se faz. O que se fez. O plano de treino. Hashtags são às carradas.

E a moda?

Ficou lá atrás.

Não é mais a prioridade. O sentirmo-nos bem porque somos nós, o principal. Não é mais prioritário o que vestir num corpo que se quer melhorar.

Mas é só a evolução. Afinal, não é a moda cíclíca? E a moda não é um ramo de Lifestyle? Então Lifestyle é cíclico. E roda os seus ramos.

Dos anos 80 dos videos de Jane Fonda (como canta a Capicua em Vayorken) a 2014 à re-explosão do culto do corpo. Mas a mudança é sempre anunciada dissimuladamente. E começa na moda. Essa pioneira na árvore de lifestyle. Marc Jacobs tornou-se uber masculado. Rick Owens diz que nada nos fará estar melhor que um bom corpo.

 É estar atento à mudança. Aos sinais. À democratização de uma tendência para a tornar finita gradualmente. Até lá, é ser querer ser e tentar ser fit.


2 comentários:

Iva Araújo disse...

Bem... Chega o verão e a moda das dietas loucas! Como dizes é cíclico. Chegamos aos Inverno e toca a "enfardar", usamos mais roupa ninguém nota que depois na altura da Primavera voltamos ao exercício.
Eu, acho que a maioria só faz porque agora há roupa de ginásio super gira e para "aparecer" tirar fotos e assim, não pelos benefícios do exercício físico.
Por cá, vai se fazendo algumas coisas não tanto pelo sentido estético da coisa mas por querer chegar aos 50 saudável .
Se os ginásios são moda- hoje em dia tudo é moda, como tudo é arte - claramente por isso é que tenho um horror a eles e prefiro exercício ao ar livre... Eu e a minha música :)

E disse...

Olá Iva,
Eu contra mim falo, de certa forma, pois pratico desporto. Crossfit, odeio ginásios. sempre odiei. Mas andava lá. Agora não. e acho muito mais interessante a questão de se ser saudável e descobrir o que conseguimos fazer com o corpo do que o tornar, per si, objeto de culto.

Mas o que é fato é que agora, tudo é moda. ser cool é ser fit neste momento. mostrar o rabo empinado no instragram, os biceps inchados.

E eu acho mais girto mostrar que se consegue fazer o pino. fazer agachamentos só com uma perna. e por aí.