terça-feira, 12 de julho de 2016

somos maiores que todos nós

Eu gosto do Cristiano Ronaldo. Não o conheço, mas gosto. Gosto que seja impulsivo. Gosto que queira ser o melhor. Gosto que seja o melhor. Gosto de saber que trabalha para isso. Gosto que desfrute do que ganha. Gosto que se divirta. Gosto que seja normal. Que partilhe fotos no instagram. Que não tenha vergonha de ser quem seja. Que aperte a mão ao Marcelo como aperta à Judite. Que lhe dê os pêsames pelo filho. Que aceda a tirar mais uma (de sei lá quantas) selfies com um adepto. Que seja excecional e que seja comum. Que seja o melhor do mundo e seja um de nós.

Gosto que Portugal, com este Cristiano, tenha ganho a primeira competição internacional.

Futebol. Pois é. Apenas e só Futebol. Mas une-nos. Torna-nos felizes. Faz-nos gritar. Faz-nos ser humanos.

Não é só Futebol. É Futebo, pois claro. Mas é também tudo mais. É reconfortar o estranho ao nosso lado pela queda do "nosso" capitão. É gritar pelo jogador do outro clube e aplaudir a sua jogada. É vibrar com o Patrício. É gritar com golo com o outro desconhecido do lado. É celebrar a vitória com toda a gente. Basta ser português.

E Cristiano. Ali, um de nós.

Sonhar, é grátis. é verdade. E por vezes os sonhos acontecem. Mas nunca se ficarmos parados. Abre os olhos. E tenta vivê-lo.

1 comentário:

Iva Araújo disse...

Sinto-me feliz que o Futebol e o Cristiano te tenham trazido de volta, nem que seja para um pequeno texto! É sempre bom ler as tuas palavras.


Um bem haja :)